Locus  

Enriquecimento do sistema solo-serapilheira com espécies arbóreas aptas para recuperação de áreas degradadas

Mostrar registro simples

dc.contributor.author Braga, Antonio Jorge Tourinho
dc.contributor.author Griffith, James Jackson
dc.contributor.author Paiva, Haroldo Nogueira de
dc.contributor.author Silva, Fabiana Cabral da
dc.contributor.author Corte, Viviana Borges
dc.contributor.author Meira Neto, João Augusto Alves
dc.date.accessioned 2017-10-11T19:26:30Z
dc.date.available 2017-10-11T19:26:30Z
dc.date.issued 2007-06-22
dc.identifier.issn 1806-9088
dc.identifier.uri http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622007000600019
dc.identifier.uri http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/12056
dc.description.abstract Este estudo teve como objetivo avaliar o comportamento do enriquecimento no sistema solo orgânico-serapilheira, com sementes de espécies arbóreas nativas, para revegetação de áreas degradadas. O trabalho foi conduzido em casa de sombra e em bancadas a pleno sol, no Viveiro de Pesquisas do Departamento de Engenharia Florestal, situado no Campus da Universidade Federal de Viçosa (UFV). No levantamento do banco de sementes, foram encontrados 508 indivíduos, dos quais foram identificadas 38 espécies, pertencentes a 34 gêneros e distribuídas em 22 famílias. As avaliações da germinação das sementes introduzidas e do banco de sementes indicaram não haver diferença entre os ambientes testados (sombreado e a pleno sol). O crescimento das mudas, tanto das espécies provenientes dos propágulos contidos na serapilheira e no solo orgânico quanto das espécies utilizadas no enriquecimento, foi maior no ambiente sombreado. Os solos não adubados tiveram maior porcentual de sementes germinadas em relação aos solos adubados. A adubação dos substratos foi fundamental para o crescimento das mudas. Os resultados, portanto, demonstraram a eficiência do enriquecimento do banco de sementes e confirmaram o potencial dessa técnica para revegetação de áreas degradadas. pt-BR
dc.description.abstract This study evaluated the behavior of an organic soil-litter system seeded with native species with implications for revegetation of disturbed lands. The experiment was carried out in a greenhouse and on benches exposed to open sunlight at the Research Nursery of the Department of Forestry of the Universidade Federal de Vicosa (UFV). The inventory identified 508 individuals, out of which 38 species were identified, belonging to 34 genera and distributed among 22 families. Evaluation of both introduced seeds and seed bank did not show any differences in germination for the environmental regimes tested. Seedling growth for species originating from litter and topsoil propagules and for species inserted for enrichment was greater under shade. Unfertilized soils had a higher percentage of germinated seeds than fertilized soils. Fertilization was shown to be fundamental for seedling growth. Hence, results demonstrate improved efficiency by enriching a seed bank and confirm the potential of this technique for revegetation of disturbed lands. en
dc.format pdf pt-BR
dc.language.iso por pt-BR
dc.publisher Revista Árvore pt-BR
dc.relation.ispartofseries v.31, n.6, p.1145-1154, Nov./Dec. 2007 pt-BR
dc.rights Open Access pt-BR
dc.subject Serapilheira pt-BR
dc.subject Banco de sementes pt-BR
dc.subject Revegetação de áreas degradadas pt-BR
dc.title Enriquecimento do sistema solo-serapilheira com espécies arbóreas aptas para recuperação de áreas degradadas pt-BR
dc.type Artigo pt-BR


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

  • Artigos [9]
    Artigos Técnico-científicos na área de Engenharia Florestal

Mostrar registro simples

Buscar no Repositório


Navegar

Minha conta